⌠ 29 avaliações para a publicação abaixo ⌡
andressa batista da silva
A Revolta do Povo Brasileiro
Escrito por andressa batista da silva

vem-pra-rua

Desde a semana passada temos visto, através dos meios de comunicação, varias manifestações em todo Brasil. Essas manifestações iniciaram em São Paulo e Rio de Janeiro e se espalharam por vários outros estados. A questão a princípio era contra o aumento na tarifa do transporte público - caro e sem qualidade. Mas essa revolta, digna de apoio, foi mais além do que só R$ 0,20 de aumento na passagem do ônibus.

Os altos impostos pago por nós, brasileiros, e a falta de investimentos na saúde, educação e segurança, também foram lembrados nas passeatas. Outra questão é o nosso dinheiro sendo utilizado para construção de estádios de futebol para a copa do mundo, sendo que grande parcela da população sequer irá pôr nossos pés neles.

O momento para essas revoltas foi bem oportuno, uma vez que estava acontecendo os  jogos da Copa das Confederações, fazendo com que o mundo pudesse olhar o nosso país e não ver apenas problemas relacionados às partidas de futebol. Foram usados cartazes com frases atacando a polícia e políticos de todos os partidos, os grandes destaques ficaram para o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, o governador Geraldo Alckmin e a presidente Dilma Rousseff.

Esses protestos, em sua maioria, não tinham intenção de gerar conflitos com a polícia, mas parte desses "manifestantes" apelaram para o vandalismo e destruíram lojas, prédios públicos, atearam fogo motos e carros de reportagem. Essas atitudes de anarquismo desvirtuam o objetivo das passeatas e essas pessoas não representam a maioria que estava em paz.

A polícia, por sua vez, reagiu com bombas de gás lacrimogênio e balas de borracha, houve exagero por parte da polícia, como sempre, afinal, os policiais não iriam perder a oportunidade de mostrar “quem manda”, como foi o caso de uma jovem que protestava longe do tumulto e levou um jato de spray de pimenta nos olhos.

O que todos nós brasileiros queremos é mais respeito por parte dos políticos, que parem de ignorar seus eleitores e passem a ver os problemas que o país governado por eles tem e, ao invés de usar nosso dinheiro para Copa do Mundo - e  futuramente para as Olimpíadas de 2016 - passe a usar nosso dinheiro para a maioria que precisa de melhores estruturas nos hospitais, nas escolas e uma segurança. Vamos deixar de ser hipócritas e dizer que a copa do mundo é para “todos os brasileiros”, isso é uma mentira, embora na prática devesse ser mesmo, porque nosso dinheiro está sendo investido aos bilhões na construção dos estádios, onde depois que passar toda essa euforia de copa do mundo não vão ter tanta serventia.

Utilizando algumas frases utilizadas em cartazes de manifestantes: "Queremos hospitais no padrão Fifa", "O Brasil precisa de estudos, não de estádios", "Não é apenas por 0,20 centavos, isso foi só o estopim para a  revolta". O povo brasileiro está cansado de ser enganado! Mas vamos ver se toda essa revolta não perde força com a euforia da vitória da seleção na Copa das Confederações e as esperança de uma futura vitória na Copa do Munfo, não quero confirmar a fama que que no Brasil tudo acabar em pizza e que o povo brasileiro é um povo esquecido.